terça-feira, 31 de julho de 2012

Show completo!

Pela primeira vez na temporada 2012, o ranking de público pagante das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro contará com as presenças de Treze-PB e Araguaína-TO que, enfim, estrearam em casa. Como se não bastasse, esta atualização do blog rbrito, que tem a colaboração de Marcos Neves, ainda guarda novidade na liderança geral e nas Séries B e D. Sem falar que São Paulo e Vitória conseguiram os maiores públicos das Séries A e B.

Mais no blog rbrito:
Classe C! Post mais acessado do mês e o sétimo da história do blog rbrito!

Na boca do Tubarão! Ranking de aproveitamento das Séries A, B, C e D!

O Corinthians deu um chega pra lá no Santa Cruz e reassumiu a liderança no ranking geral. O Timão tem sete jogos como mandante e público total de 163.185 pagantes. A média do Corinthians é de 23.312 contra 22.320 do Santa Cruz, agora, vice-líder. O Grêmio completa o Top 3 do ranking de público.

Surpresa também na ponta da Série B. Pela primeira vez, o Ceará, com média de 9.043 pagantes, perdeu a liderança. O Alvinegro foi ultrapassado pelo Vitória. Também pudera. O clube baiano levou 32.255 pagantes no Barradão - o maior público da competição.

Com tanta paixão rubro-negra, o Vitória pulou para o primeiro lugar na Série B e 14º no geral, com média de 11.630 pagantes. Ainda nesta onda de surpresas chegamos ao Remo. O clube paraense ultrapassou o Sampaio Corrêa e garantiu o topo da Série D. O Remo aparece na 26ª colocação no geral, com média de 6.168 pagantes.

Que dia!
Nas voltas de Rogério Ceni e Luis Fabiano, o São Paulo meteu 4 a 1 no Flamengo e ainda conquistou o maior público das Séries A, B, C e D do Brasileirão. O blog rbrito aproveita para retomar a análise de borderôs. Por muito pouco, o time do Morumbi não esgotou as entradas no domingo. A diretoria colocou à venda 36.695 ingressos e conseguiu vender R$ 35.049. A renda foi de R$ 951.033,00, mas após a abocanhada do "leão", restou R$ 742.903,56 aos cofres tricolores.

Só com ambulância, por causa do tamanho do estádio, o São Paulo gastou R$ 3.300,00. O policiamento custou R$ 4.130,56. Mas foram os ingressos que causaram a maior dor de cabeça (R$ 53.539,28). Pelo menos, o Tricolor paulista vendeu suas entradas mais caras como os sete camarotes Vip Premium (R$ 250), as 35 cadeiras superiores (R$ 160), os 12 camarotes Vip premium meia (R$ 125) entre outros valores.

Bicões!
O foco na Série B chegou ao CRB e pegou o time alagoano em um ótimo dia. Afinal, o CRB bateu o Joinville, por 4 a 3, sob os olhares de 5.506 pagantes. Mas soma-se a este público 921 "bicões" e 587 crianças e chegamos ao total de 7.014 torcedores. A diretoria colocou à venda 9.750 ingressos. O clube arrecadou R$ 69.658,00, mas só recebeu R$ 20.012,61.

O CRB perdeu muito dinheiro com as despesas de jogo. Com as taxas locais - sabe-se lá o que é isso, afinal não há explicações -, custaram ao clube regatiano R$ 7.300,00. O CRB ainda pagou dois itens chamados "lanche". Na primeira foram R$ 857,00, já o "lanche exame doping" deu R$ 63,00. A ambulância custou aos cofres alagoanos R$ 3.000,00. A "conta corrente" - outro item sem explicações - levou R$ 7.000,00 do clube da Série B. Somando todas as despesas, o CRB perdeu R$ 49.645,39.

Comparações!
A Série A segue com a maior média entre as quatro divisões - 11.764 pagantes. Em 130 jogos, o público total é de 1.529.380. Em 130 partidas, a Série B, com total de 496.2345 pagantes, tem média modesta de 3.817. Número inferior a média da Série C, que já chega a 4.768 pagantes. A competição tem público total de 228.878 em 48 partidas. Ainda não está contabilizado o duelo entre Paysandu e Águia. Na Série D são 84 jogos, com média de 1.348 pagantes e total de 113.259.

Juntando as quatro divisões, a média é de 6.044 pagantes. Em 391 partidas, o público total é de 2.363.251. O São Paulo detém o maior público do Brasileirão (35.049). O feito na Série B é do Vitória (32.255). Enquanto isso, Santa Cruz (25.165) e Remo (8.737) se destacam nas Séries C e D, respectivamente.

Entenda:
Os clubes da Série A do Brasileirão são representados pela cor amarela. O cinza destaca os clubes da Série B, enquanto o laranja é a Série C e o azul é a Série D. Já os números em vermelho precisam da confirmação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O blog rbrito acompanhará TODOS os públicos das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro 2012. Fique sabendo da evolução das médias de público. E você, jornalista, lembre de dar crédito, caso utilize qualquer dado dos levantamentos de público do blog rbrito.

Só o blog rbrito acompanha as médias de público do Brasil. Ajude a divulgar o blog rbrito! Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984


segunda-feira, 30 de julho de 2012

Na boca do Tubarão!


Corinthians e Palmeiras foram os clubes que mais se destacaram no primeiro semestre por causa dos títulos da Libertadores e Copa do Brasil, respectivamente. Mas a dupla paulista não chega nem perto do líder no ranking de aproveitamento das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro. O blog rbrito contou com a colaboração de Henrique Guzella.

Mais no blog rbrito:
De um lado e de outro! Os clubes invictos e sem vitórias nas Séries A, B, C e D!

A primeira colocação, indiscutivelmente, é do Sampaio Corrêa. O clube maranhense é o único entre os 100 analisados que ainda mantém aproveitamento de 100%. O Tubarão, como é conhecido por seus torcedores, venceu todos os três jogos que disputou na Série D e é um dos 11 clubes ainda invictos no Nacional.

Aliás, a Série D tomou conta do pódio. O Cianorte-PR aparece na segunda colocação, com aproveitamento de 86,7%. O mesmo desempenho é visto na campanha do CSA-AL. Desta vez, o blog rbrito levou em consideração a divisão do clube como critério de desempate. Quando os clubes empatados estavam na mesma série, o blog rbrito considerou vitória, saldo de gols e gols marcados como critérios de desempate.

Distantes...
Antes de seguir com o ranking, o blog rbrito busca Corinthians e Palmeiras. Campeão invicto da Libertadores, o Timão faz uma campanha de recuperação no Brasileirão. Mas no ranking de aproveitamento de pontos, o clube do Parque São Jorge amarga a modesta 56ª colocação, com aproveitamento de 41%. O Palmeiras, por sua vez, está ainda mais escondido. O Verdão, campeão invicto da Copa do Brasil, amarga a 81ª posição, com aproveitamento de 25,6%.

Bem acima da dupla encontra-se o Atlético-MG. Líder da Série A, o Galo, com aproveitamento de 82,1%, ocupa a quarta colocação no ranking. Aliás, o time mineiro tem o mesmo aproveitamento do Criciúma, primeiro colocado na Série B e na quinta colocação do ranking de aproveitamento.

Vitória (79,5%), Atlético-AC (77,8%), Vasco (76,9%), Ceilândia-DF (73,3%) e Fluminense (66,7%) completam o Top 10. Como vocês, torcedores-internautas, podem observar, não há, sequer, um clube da Série C nestas dez primeiras colocações.

O Icasa é o clube com melhor aproveitamento na competição. Com 66,7%, o time cearense ocupa a 12ª posição, seguido por Madureira, Caxias e Fortaleza - todos clubes da Série C e com o mesmo aproveitamento. Mogi Mirim, Campinense e Friburguense, da Série D, também têm aproveitamento de 66,7%.

Desagradável!
O Treze lutou tanto para estar na Série C, mas ainda não fez por merecer a vitória nos tribunais. O clube paraibano, um daqueles que ainda não venceram, amarga a lanterna no ranking com aproveitamento de apenas 6,7%. Na 99ª colocação está o Vitória da Conquista, com aproveitamento de 8,3%.

O time baiano é o pior da Série D. O lanterna da Série B é o Ipatinga. O clube mineiro amarga a 98ª colocação, com aproveitamento de apenas 10,3%. O último colocado da Série A é o Figueirense, que ocupa o 87º lugar, tem aproveitamento de 20,5%.

Como você avalia o desempenho do seu clube? Opine! Participe pelo blog rbrito ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Confira o ranking de aproveitamento das Séries A, B, C e D do Brasileirão:

1 - Sampaio Corrêa-MA - 100%
2 - Cianorte-PR - 86,7%
3 - CSA-AL - 86,7%
4 - Atlético-MG - 82,1%
5 - Criciúma-SC - 82,1%
6 - Vitória-BA - 79,5%
7 - Atlético-AC - 77,8%
8 - Vasco-RJ - 76,9%
9 - Ceilândia-DF - 73,3%
10 - Fluminense-RJ - 66,7%
11 - América-MG - 66,7%
12 - Icasa-CE - 66,7%
13 - Madureira-RJ - 66,7%
14 - Caxias-RS - 66,7%
15 - Fortaleza-CE - 66,7%
16 - Mogi Mirim-SP - 66,7%
17 - Campinense-PB - 66,7%
18 - Friburguense-RJ - 66,7%
19 - São Caetano-SP - 64,1%
20 - Goiás-GO - 64,1%
21 - Grêmio-RS - 61,5%
22 - Luverdense-MT - 60%
23 - Metropolitano-SC - 60%
24 - Nacional-MG - 60%
25 - Cruzeiro-MG - 59%
26 - Internacional-RS - 59%
27 - América-RN - 59%
28 - Paysandu-PA - 58,3%
29 - Águia-PA - 58,3%
30 - Remo-PA - 58,3%
31 - São Paulo-SP - 56,4%
32 - Joinville-SC - 53,8%
33 - Paraná-PR - 53,8%
34 - Vila Nova-GO - 53,3%
35 - Macaé-RJ - 53,3%
36 - Chapecoense-SC - 53,3%
37 - Baraúnas-RN - 53,3%
38 - Brasil-RS - 53,3%
39 - Sousa-PB - 53,3%
40 - Botafogo-RJ - 51,3%
41 - CRAC-GO - 50%
42 - Vilhena-RO - 50%
43 - Salgueiro-PE - 46,7%
44 - Oeste-SP - 46,7%
45 - Santa Cruz-PE - 46,7%
46 - Santo André-SP - 46,7%
47 - CENE-MS - 46,7%
48 - Feirense-BA - 46,7%
49 - Mixto-MT - 44,4%
50 - Atlético-PR - 43,6%
51 - Avaí-SC - 43,6%
52 - CRB-AL - 43,6%
53 - Boa Esporte-MG - 43,6%
54 - Ceará-CE - 43,6%
55 - Juventude-RS - 41,7%
56 - Corinthians-SP - 41%
57 - Ponte Preta-SP - 41%
58 - Flamengo-RJ - 41%
59 - ABC-RN - 41%
60 - Penarol-AM - 40%
61 - Aparecidense-GO - 40%
62 - Horizonte-CE - 40%
63 - Arapongas-PR - 40%
64 - Aracruz-ES - 40%
65 - Coritiba-PR - 38,5%
66 - Guarani-SP - 38,5%
67 - Sport-PE - 35,9%
68 - Náutico-PE - 33,3%
69 - Portuguesa-SP - 33,3%
70 - Santos-SP - 33,3%
71 - Araguaína-TO - 33,3%
72 - Bahia-BA - 30,8%
73 - Bragantino-SP - 28,2%
74 - Guarany-CE - 26,7%
75 - Brasiliense-DF - 26,7%
76 - Cerâmica-RS - 26,7%
77 - Volta Redonda-RJ - 26,7%
78 - Itabaiana-SE - 26,7%
79 - Ypiranga-PE - 26,7%
80 - Concórdia-SC - 26,7%
81 - Palmeiras-SP - 25,6%
82 - ASA-AL - 25,6%
83 - Petrolina-PE - 25%
84 - Náutico-RR - 25%
85 - Atlético-GO - 23,1%
86 - Guaratinguetá-SP - 23,1%
87 - Figueirense-SC - 20,5%
88 - Duque de Caxias-RJ - 20%
89 - Cuiabá-MT - 20%
90 - Mirassol-SP - 20%
91 - Guarani-MG - 20%
92 - Santos-AP - 16,7%
93 - Marília-SP - 16,7%
94 - Grêmio Barueri-SP - 15,4%
95 - Tupi-MG - 13,3%
96 - Sobradinho-DF - 13,3%
97 - Comercial-PI - 11,1%
98 - Ipatinga-MG - 10,3%
99 - Vitória da Conquista-BA - 8,3%
100 - Treze-PB - 6,7%

De um lado e de outro!


O blog rbrito abre esta semana com a lista dos clubes invictos e daqueles que ainda não venceram no Campeonato Brasileiro. Na verdade, este post contará apenas com clubes das Séries C e D. As Séries A e B já não têm mais clubes perfeitos ou totalmente capengas. O blog rbrito não fez um ranking, mas levou em consideração o número de jogos de cada um dos clubes.

Mais no blog rbrito:
Não pode descuidar! A última lista dos invictos e sem vitórias!

Ao todo 11 clubes ainda não foram derrotados nas Séries C e D. São apenas dois clubes da Terceirona (Santa Cruz e Santo André). Aliás, a dupla já tem cinco partidas sem derrota, assim como o CSA, Cianorte, Ceilândia e Nacional-MG - todos da Série D.

De todos estes clubes analisados, apenas o Sampaio Corrêa ainda ostenta aproveitamento de 100%. O clube maranhense venceu todos os três jogos que disputou no Grupo A2 da Série D. Outro que chama a atenção é o Araguaína-TO - rebaixado na temporada passada.

O time tocantinense está presente nas duas listas. Terceiro colocado no Grupo A2 da Série D, o Araguaína empatou seus três jogos. Aliás, a invencibilidade destes 11 times vai de cinco a três partidas. Mas nem todos ocupam as primeiras duas colocações de seus grupos.

O Araguaína, por exemplo, aparece apenas no terceiro lugar. Santa Cruz e Santo André fazem ainda mais feio, na sétima colocação de seus respectivos grupos. Já o CRAC-GO é a prova de que empate não é tão bom assim nos dias de hoje. O clube goiano é o penúltimo colocado do Grupo A5 na Série D, com uma vitória e três empates.

Outro lado!
A lista dos sem vitórias contempla 12 clubes - três são da Série C. O maior jejum já atinge cinco partidas. Cuiabá, Treze e Tupi - todos da Série C - estão nesta ingrata lista de cinco jogos sem vitória. O time matogrossense aparece na penúltima colocação do Grupo A, com três pontos.

Pior que o Cuiabá no Grupo A apenas o lanterna Treze-PB, com apenas um ponto. Situação parecida vive o Tupi, lanterna do Grupo B, com dois pontos. Guarani-MG, Mirassol e Sobradinho são os outros clubes com cinco jogos sem vitórias.

Juntando os 23 clubes - invictos e sem vitórias - apenas dois foram campeões estaduais. O Santa Cruz faturou o bicampeonato pernambucano, enquanto o Sampaio Corrêa voltou a reinar no Estadual do Maranhão. Os dois clubes estão invictos no Nacional.

Participe do blog rbrito! Mande sugestões de posts! Opine aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Confira os clubes invictos nas Séries C e D:

CSA-AL (Líder do Grupo A4, com 13 pontos - quatro vitórias e um empate / 86,7%)

Cianorte-PR (Líder do Grupo A7, com 13 pontos - quatro vitórias e um empate / 86,7%)

Ceilândia-DF (Líder do Grupo A5, com 11 pontos - três vitórias e dois empates - 73,3%)

Nacional-MG (Líder do Grupo A6, com nove pontos - duas vitórias e três empates / 60%)

Santa Cruz-PE (7º colocado no Grupo A, com sete pontos - uma vitória e quatro empates / 46,7%)

Santo André-SP (7º colocado no Grupo B, com sete pontos - uma vitória e quatro empates / 46,7%)

Friburguense-RJ (Vice-líder do Grupo A6, com oito pontos - duas vitórias e dois empates - 66,7%)

CRAC-GO (Penúltimo colocado do Grupo A5, com seis pontos - uma vitória e três empates / 50%)

Sampaio Corrêa-MA (Líder do Grupo A2, com nove pontos - três vitórias / 100%)

Atlético-AC (Líder do Grupo A1, com sete pontos - duas vitórias e um empate / 77,8%)

Araguaína-TO (3º colocado do Grupo A2, com três pontos - três empates / 33,3%)

Confira os clubes sem vitórias nas Séries C e D:

Cuiabá-MT (Penúltimo colocado do Grupo A, com três pontos - três empates e duas derrotas / 20%)

Guarani-MG (Lanterna do Grupo A6, com três pontos - três empates e duas derrotas / 20%)

Mirassol-SP (Lanterna do Grupo A8, com três pontos - três empates e duas derrotas / 20%)

Tupi-MG (Lanterna do Grupo B, com dois pontos - dois empates e três derrotas / 13,3%)

Sobradinho-DF (Lanterna do Grupo A5, com dois pontos - dois empates e três derrotas / 13,3%)

Treze-PB (Lanterna do Grupo A, com um ponto - um empate e quatro derrotas / 6,7%)

Petrolina-PE (Lanterna do Grupo A3, com três empates - três empates e uma derrota / 25%)

Marília-SP (Lanterna do Grupo A7, com dois pontos - dois empates e duas derrotas / 16,7%)

Vitória da Conquista-BA (Lanterna do Grupo A4, com um ponto - um empate e três derrotas / 8,3%)

Araguaína-TO (3º colocado do Grupo A2, com três pontos - três empates / 33,3%)

Comercial-PI (Lanterna do Grupo A2, com um ponto / um empate e duas derrotas / 11,1%)

Santos-AP (Penúltimo colocado do Grupo A2, com um ponto - um empate e uma derrota / 16,7%)

domingo, 29 de julho de 2012

Mau Humor FC 126!


O futebol feminino no país pentacampeão mundial não é nada. As mulheres não têm um campeonato, sequer, decente, não recebem nada em comparação aos homens e ainda são obrigadas a ficarem com os restos da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em plena Olimpíadas. Sim! O Mau Humor FC nunca acabará. Os assuntos pipocam a cada semana. Pobre, futebol!

Mais no blog rbrito:
Suborno, FIFA, CBF, Ricardo Teixeira, João Havelange, José Maria Marín... 

As meninas estrearam nos Jogos Olímpicos com uma goleada, por 5 a 0, sobre Camarões. Mas o que chamou a atenção foi o uniforme que vestiam as damas da bola. Ao contrário dos homens, as mulheres usavam o uniforme antido da Seleção Brasileira.

Aquela camisa velha e feia com um risco verde no peito. A camisa foi aposentada faz tempo, mas como sobraram restos, que fiquem com as meninas. Afinal, elas são sempre escanteadas, qual o problema de vestir uniforme antigo? Para o presidente da CBF, José Maria Marín, não há problemas. Ele admitiu isso em entrevista. Alguma novidade?

A culpa, porém, não é apenas da CBF. Pode colocar um pouco na conta da Nike, eterna patrocinadora de material esportivo do Brasil. Oras duvido que a empresa não tem as camisas novas para as mulheres. E, perto do que ganha a Nike, a fabricação de novas camisas para as meninas não afetaria em nada os lucros da empresa.

Pode parecer pouco, mas não é! É nestas horas que percebemos a distância entre homens e mulheres no futebol. Assim como os homens, elas também têm duas pratas nos Jogos olímpicos. Qual o motivo para ter tanta diferença entre eles? Chega deste preconceito.

Já passou da hora das mulheres ganharem reconhecimento no futebol. Já passou da hora delas terem um campeonato para disputar e clubes interessados em seu talento. Já passou da hora dos machistas da bola respeitarem as talentosas meninas brasileiras. Acorda, Brasil - país da Copa do Mundo e das Olimpíadas. Ou seria apenas dos homens?!

Deixe o mau humor falar por você neste domingo! Critique! Proteste! Opine aqui no blog rbrito ou através do twitter (@rbrito1984)

sábado, 28 de julho de 2012

Um clique XXVII!


O blog rbrito pode ter mexido na estrutura dos post esta semana, mas não deixou passar nada. Trouxemos as médias de gols das Séries A, B e C, assim como o preço médio dos ingressos, ranking de público e até Olimpíadas. O blog rbrito criou a seção Um clique! para elencar todos os posts que agitaram a semana, assim como seus links. Tudo para facilitar a vida de vocês, caros torcedores-internautas.

Mais no blog rbrito:
Raio-X e ranking final da Copa do Brasil, além dos árbitros e pênaltis!

O gol é o momento mais importante do futebol. Por isso, o blog rbrito revelou qual divisão tem a maior média de tentos em 2012, assim como os melhores ataques. Ainda na segunda-feira, apresentamos o preço médio dos ingressos dos 64 clubes que disputaram a Copa do Brasil. E demos um destaque legal nos maiores e menores valores das entradas de cada rodada.

Relembre o post Faça gol!

Relembre o post Escorpião no bolso?!

TERÇA-FEIRA
A primeira mudança na estrutura dos posts aconteceu logo na terça-feira. Antecipamos o post do ranking de público das Séries A, B, C e D do Brasileirão e foi um grande sucesso. O post "Classe C!" é disparado o de maior número de acessos no mês de julho, além de ser o sétimo maior da história do blog rbrito.

Já agradeci no twitter e faço questão de agradecer novamente todos vocês pelos RTs, divulgação (com crédito) em blogs, sites e redes sociais, além dos comentários (críticos ou não). Muito obrigado pela divulgação e confiança!

Relembre o post Classe C!

QUARTA-FEIRA
Para fugir dos posts tradicionais, o blog rbrito fez um levantamento sobre tabus do Brasileirão. Os clubes paulistas podem perder uma série positiva, enquanto outros clubes poderão quebrar a hegemonia de títulos do Eixo Rio-São Paulo. Para fechar, de vez, a cobertura da Copa do Brasil 2012, trouxemos o valor médio dos ingressos dos visitantes, além da diferença de preços entre donos da casa e "intrusos".

Relembre o post Ôrra Meu!

Relembre o post Sem refresco!

QUINTA-FEIRA
O blog rbrito não poderia deixar passar em branco as Olimpíadas e fomos em busca das estreias dos campeões e da Seleção Brasileira. Para ficar com o ouro é preciso estrear bem. Ainda na quinta-feira tivemos a segunda mexida na estrutura dos posts. O blog rbrito antecipou o ranking de público da Segundona Paulista e o fez com algumas revelações.

Relembre o post Meninos de ouro?!

Relembre o post Retrato dos extremos!

SEXTA-FEIRA
Para fechar a semana, o blog rbrito trouxe um super levantamento sobre o valor médio dos ingressos das Séries A, B, C e D. Em cada divisão há uma curiosidade. Sem falar que dá para comprar os valores das quatro divisões e de todos os clubes.

Relembre o post Custo da paixão!

O que você gostaria de ver no blog rbrito? Opine! Mande suas sugestões aqui ou pelo www.twitter.com/rbrito1984

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Custo da paixão!


Se em campo a diferença dos clubes é grande dependendo da divisão, o mesmo não acontece com os valores dos ingressos nas Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro. O blog rbrito, sempre com a colaboração de Ricardo Almeida, trará, nesta sexta-feira, o preço médio das entradas nas quatro principais divisões nacionais. Ainda não foram computados os jogos deste meio de semana.

Mais no blog rbrito:
Sem refresco! Diferença entre o preço de ingresso como mandante e visitante!

Ôrra Meu! Tabus que podem acabar neste Brasileirão 2012!

No topo da pirâmide com valores altos, os líderes das Séries B, C e D se equivalem. O América-MG, por exemplo, cobra pelas entradas preço médio de R$ 22,76. O Fortaleza, mesmo na Série C, chega a pedir R$ 23,65, contra R$ 21,76 do Cerâmica-RS - líder da Série D. Acima deste trio está o Atlético-MG, líder em campo e nos valores dos bilhetes. O Galo tem o valor médio das entradas em R$ 37,95. A mesma situação é notada em relação aos ingressos mais em conta. 

O Coritiba, que estava no alto da tabela na Copa do Brasil, tem a entrada mais barata da Série A, com preço médio de R$ 12,30. Mesmo assim este valor é alto se comparado com os rivais das outras três divisões. O Grêmio Barueri, com R$ 3,98, tem a entrada mais em conta da Série B. Os valores caem ainda mais na Série C e, principalmente, na Série D. Enquanto o Brasiliense cobra R$ 2,68 na Série C, o Sobradinho, também do Distrito Federal, pede apenas R$ 1,71.

Preço do sucesso?
Além do Atlético-MG, Vasco e Fluminense também cobram caro de seu torcedor pelo sucesso em campo. O time cruzmaltino tem o valor médio da entrada a R$ 31,88 - o terceiro maior, atrás do Botafogo (R$ 37,12). Já o Fluminense aparece na sexta colocação - atrás de Palmeiras e Portuguesa -, com R$ 30,55.

Apenas o torcedor do Grêmio pode comemorar. O Tricolor está na zona da Libertadores e sabe como tratar seu apaixonado torcedor. O valor médio dos ingressos gremistas é de R$ 21,90, na 12ª colocação. Atual campeão brasileiro, o Corinthians - líder do ranking de público - tem preço médio de R$ 26.

Assim como o Coritiba, Ponte Preta (R$ 16,12), Figueirense (R$ 16,87), Internacional (R$ 17,50) e Náutico (R$ 18,89) estão abaixo dos R$ 20, o que é muito bom para os torcedores.



Vai entender!
Na Série B o que chama a atenção são os clubes com ingressos mais em conta, porém, com média de público irrisória. O Barueri tem a quinta pior média de público da competição, mas praticamente dá as entradas a seus torcedores.

O mesmo acontece com o Boa Esporte. Modesto nas arquibancadas, mas com preços baixos. A média do time mineiro é de apenas R$ 5,81, contra R$ 7,25 do São Caetano, outra decepção de público. Com a pior média de público da Série B, o Ipatinga cobra apenas R$ 7,85 de seus torcedores.

O Goiás é o único clube daqueles que estão com o valor médio abaixo dos R$ 10 (R$ 8,87) que consegue lotar as arquibancadas. O time goiano tem a quinta melhor média de público da Série B.



Que paixão!
Na Série C, o cenário é ainda mais intrigante. Os clubes mais populares são os que cobram o maior valor de seus torcedores. Além da boa campanha em campo, as arquibancadas estão sempre lotadas por causa da paixão destas torcidas. O Fortaleza, dono da terceira maior média de público da Série C, tem o ingresso mais caro da competição (R$ 23,65). 


O Paysandu, por sua vez, cobra o valor médio de R$ 19,25. O Papão tem a segunda maior média de público da Terceirona. Líder de público, o Santa Cruz aparece com o terceiro maior valor médio da Série C, com R$ 18,10. Do outro lado da tabela, Brasiliense, Duque de Caxias, Santo André, Oeste e Icasa estão abaixo da casa dos R$ 10.





Redondo!
Por fim, na Série D, quatro clubes cobram R$ 10 pela entrada. São dois clubes do Norte, um do Nordeste e um do Centro-Oeste. O Ceilândia-DF está no meio do mapa, enquanto o Feirense representa o Nordestão. Já Náutico-RR e Vilhena-RO defendem as cores do Norte.

Apenas o Cerâmica tem preço médio acima dos R$ 20 (R$ 21,76). O resultado a gente percebe nas arquibancadas. O clube gaúcho amarga a lanterna no ranking geral de público pagante. Por fim, 15 clubes estão com entradas inferiores a R$ 10.



O ingresso do seu clube está caro? Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Retrato dos extremos!


O blog rbrito, sempre com a colaboração de Marcos Neves, antecipou a atualização do ranking de público pagante na Segundona do Campeonato Paulista para esta quinta-feira. E resolvemos focar nos dois maiores e nos dois piores públicos da rodada do final de semana.

Mais no blog rbrito:
Como as coisas mudam... Estádios com muitos ou pouco público na Segundona!


Classe C! Ranking de público das Séries A, B, C e D do Brasileirão!

Novorizontino e Fernandópolis atraem os torcedores com variedades de preços e opções de lugares nos estádios. Os dois clubes, hoje, estariam classificados para a terceira fase. Líder no ranking de público, o Tigre ostenta média de 2.445 pagantes.

Na última rodada, o Novorizontino levou ao estádio 2.901 pagantes - melhor público do final de semana. Os torcedores fanáticos do clube compram, em sua maioria, ingressos para a arquibancada geral. O valor é de R$ 10, com a possibilidade de meia-entrada (R$ 5).

A arquibancada custa R$ 15 (R$ 7 para a meia-entrada). Os torcedores ainda têm arquibancada cativa (R$ 10) e arquibancada coberta a R$ 20, com meia-entrada a R$ 10. O Fernandópolis também dá opções a sua torcida.

Os ingressos que têm a maior procura são os da arquibancada. A entrada para este setor custa R$ 10 (R$ 5 para a meia-entrada). Já a arquibancada especial sai por R$ 20 e R$ 10 a meia-entrada. Na rodada passada, o Fernandópolis teve o segundo maior público (1.070). Na quarta colocação, com média de 991 pagantes, o Fernandópolis está atrás de Américo Brasiliense e Votuporanguense.

Relaxados?
O Desportivo Brasil não começou nada bem a segunda fase. Além dos tropeços em campo, o time segue com estádios vazios. Mas o clube não pode reclamar. Afinal, faz pouco caso de seu torcedor. O Desportivo Brasil oferece um preço salgado na venda de ingressos.

Uma coisa é ter ingressos a R$ 20, mas com possibilidades de entradas mais em conta. Outra é cobrar R$ 20 pela arquibancada e não dar mais opções. Este é valor dos ingressos do Desportivo Brasil, que ainda oferece a meia-entrada a R$ 10 e mais nada. Sem outras opções.

O Desportivo Brasil amarga a 35ª ou a quarta pior colocação no ranking de público, com média de apenas 51 pagantes. Enquanto isso, a situação do Osasco é difícil de entender. O clube estaria classificado para a terceira fase e tem ingressos em conta, mas joga sempre com o estádio vazio.

O Osasco cobra pela arquibancada R$ 10, sendo que a meia-entrada custa apenas R$ 5. Apesar do preço camarada, o Osasco está uma posição abaixo do Desportivo Brasil, com média de míseros 49 pagantes. Vai entender...

A Segundona Paulista já contabiliza 209 jogos com a presença de torcida. A média ainda é modesta de apenas 435 pagantes e público total de 90.867.

Explicações!
Na Segundona, o Primavera realizou seis jogos com os portões fechados. ECUS e Suzano já jogaram cinco vezes sem a presença do torcedor, uma a mais que Sumaré e Radium. Enquanto isso, Guarujá, Elosport e Guariba fizeram uma partida sem torcida.

O blog rbrito acompanhará os públicos da Segundona Paulista e das Séries A, B, C e D do Brasileirão. Fique sabendo da evolução das médias de público. E você, jornalista, lembre de dar crédito, caso utilize qualquer dado dos levantamentos de público do blog rbrito.

Só o blog rbrito acompanha as médias de público do Brasil. Ajude a divulgar o blog rbrito! Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984


Meninos de ouro?!


A Seleção Brasileira de futebol masculina terá mais uma oportunidade de conquistar o inédito ouro nas Olimpíadas. Nesta quinta-feira, o time do técnico Mano Menezes fará a estreia contra o Egito. O Grupo C ainda tem Bielorrússia e Nova Zelândia. Para ser campeão dos Jogos Olímpicos é preciso começar a caminhada com o pé direito, como mostrará o levantamento do blog rbrito.

Dos 22 ouros olímpicos desde o início da competição em 1908, em 19 oportunidades a Seleção campeã venceu na estreia. Alemanha Oriental, França e União Soviética são as três exceções. A Alemanha empatou sem gols com o Brasil, em 1976. Mas depois se recuperou e faturou a medalha dourada.

Em 1984, a França ficou no 2 a 2 com o Qatar, mas o título veio depois de alguns jogos. Por fim, em 1988, foi a vez da União Soviética ficar no 0 a 0 com a Coreia do Sul. Apesar da "não vitória", a União Soviética fez a festa ao término das Olimpíadas.

Em relação as estreias vitoriosas, nove foram com goleadas. O blog rbrito só considera goleada placares por quatro ou mais gols de diferença. A maior goleada foi em 1908, quando a Grã-Bretanha, que se tornaria campeã, enfiou 12 a 1 na Suécia.

Campeões!
Aliás, a Grã-Bretanha também faturou o título em 1912. Mas é a Hungria a recordista de conquistas olímpicas com três medalhas de ouro. A União Soviética, assim como Uruguai e Argentina somam duas medalhas douradas. Bélgica, Itália, Suécia, Iugoslávia, Polônia, Alemanha Oriental, Tchecoslováquia, França, Espanha, Nigéria e Camarões foram campeões uma vez casa cada.

Apenas Uruguai e Argentina levaram as medalhas olímpicas para a América do Sul. Os argentinos são os atuais bicampeões. Mas os hermanos não estarão em Londres. Por outro lado, a Seleção Brasileira ostenta apenas duas pratas e dois bronzes. O engraçado é que o Brasil costuma começar bem, mas na Hora H...

Das 11 estreias, a Seleção Brasileira venceu seis vezes, empatou duas e perdeu apenas três. Na última derrota durante a sua estreia, em 1996 - 1 a 0 para o Japão -, o Brasil ficou com a medalha de bronze. Nas outras duas, em 68 e 72, os meninos brasileiros caíram ainda na primeira fase.

A primeira participação da Seleção Brasileira nas Olimpíadas foi em 1952, quando goleou os Países Baixos, por 5 a 1, mas caiu nas quartas-de-final. Em 1960 e 1964, o Brasil foi eliminado na primeira fase após bater o Reino Unido (4 a 3) e empatar com a República Árabe Unida (1 a 1) na estreia.

Em 1976, a situação melhorou e o Brasil ficou na semifinal. As duas pratas vieram em 1984 e 1988, quando a Seleção bateu, na estreia, Arábia Saudita (3 a 1) e Nigéria (4 a 0), respectivamente. Em 2000, apesar do triunfo no jogo inicial sobre a Eslováquia, por 3 a 1, os brasileiros caíram nas quartas-de-final. E em 2008, em sua última participação, o Brasil, que estreou com triunfo sobre a Bélgica, por 1 a 0, ficou com o bronze.

Você acredita em título da Seleção Brasileira nas Olimpíadas? Opine! Participe pelo blog rbrito ou através do www.twitter.com/rbrito1984 

Confira a estreia das Seleções campeãs nas Olimpíadas:

* Campeões no lado esquerdo

1908
Grã-Bretanha 12 x 1 Suécia

1912
Grã-Bretanha 7 x 0 Hungria

1920
Bélgica 3 x 1 Espanha

1924
Uruguai 7 x 0 Iugoslávia

1928
Uruguai 2 x 0 Países Baixos

1936
Itália 1 x 0 EUA

1948
Suécia 3 x 0 Áustria

1952
Hungria 2 x 1 Romênia

1956
União Soviética 2 x 1 Alemanha Ocidental

1960
Iugoslávia 6 x 1 República Árabe Unida

1964
Hungria 6 x 0 Marrocos

1968
Hungria 4 x 0 El Salvador

1972
Polônia 5 x 1 Colômbia

1976
Alemanha Oriental 0 x 0 Brasil

1980
Tchecoslováquia 3 x 0 Colômbia

1984
França 2 x 2 Qatar

1988
União Soviética 0 x 0 Coreia do Sul

1992
Espanha 4 x 0 Colômbia

1996
Nigéria 1 x 0 Hungria

2000
Camarões 3 x 2 Kuwait

2004
Argentina 6 x 0 Sérvia

2008
Argentina 2 x 1 Costa do Marfim

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Sem refresco!


O blog rbrito, com a colaboração de Ricardo Almeida, completa o post sobre o preço médio dos ingressos na Copa do Brasil 2012. Nesta quarta-feira, a análise será feita em cima dos valores com os clubes atuando como visitante, além da diferença entre os bilhetes de mandantes e visitantes.

Mais no blog rbrito:
Escorpião no bolso?! Média e os maiores e menores valores dos ingressos!

Classe C! Ranking de público das Séries A, B, C e D do Brasileirão!

O Palmeiras, campeão invicto da Libertadores, teve o maior preço médio do ingresso (R$ 42,05). Como visitante, o Verdão aparece na quarta colocação com média de R$ 28,28. Desta vez foi o Coritiba, vice-campeão, que teve o maior valor da entrada.

Como visitante, o bilhete coxa branca chegou a R$ 33,33. Logo atrás ficou o Goiás, com média de R$ 32,35, contra R$ 29,32 do Grêmio. Os valores dos ingressos de visitantes são mais em conta que os preços dos mandantes.

Em relação a renda, outro clube ultrapassou a marca de R$ 1 milhão. O Goiás, com R$ 1.369.764,00, se juntou a Coritiba (R$ 3.989.653,00), Palmeiras (R$ 3.150.954,00), São Paulo (R$ 2.613.862,00) e Grêmio (R$ 1.825.863,00), que já tinham feito sucesso como mandante.

O Sapucaiense-RS teve o menor valor entre os 64 clubes da Copa do Brasil (R$ 5,19). América-MG (R$ 5,88), Paulista (R$ 6,09), América-RN (R$ 6,18), Brasiliense (R$ 8,07), Horizonte-CE (R$ 9,93) e Independente-PA (R$ 9,94) também ficaram abaixo dos R$ 10.



Que diferença!
Neste levantamento também é possível observar a distância entre o valor do ingresso como mandante e visitante. O Sapucaiense, por exemplo, tem o preço médio mais baixo como visitante (R$ 5,19), mas está no 11º lugar das entradas mais caras como mandante (R$ 23,95). Logo a diferença do ingresso gaúcho é o que sofreu o maior reajuste - 462%.

O Atlético-MG também exagerou quando atuou em casa em relação a sua presença como visitante. A diferença do Galo foi de 348%, contra 278% do Bahia de Feira e 274% do Paulista. América-MG (270%), Sampaio Corrêa (262%), Nacional-AM (254%), Santa Quitéria-MA (230%) e Independente-PA (213%) foram outros clubes que ultrapassaram a marca de 200%.

Os números do Palmeiras também são altos. O clube paulista saiu de R$ 42,05 como mandante para R$ 28,28 como visitante. Diferença de 149%. Por outro lado, o Coritiba tem a 12ª menor diferença entre os clubes, com apenas 73%. Mais uma vez o destaque é o Brasiliense. O clube candango está na ponta da tabela com 33%. O Treze-PB também fez bonito (41%), assim como o Goiás (46%). Outros 18 clubes ficaram abaixo do 100%.

4 de Julho-PI. Auto Esporte-PB, CENE-MS, Espigão-RO, Gama, Madureira, Operário-PR, Real Noroeste-ES, Rio Branco-AC, Santa Cruz-RN e Trem-AP só disputaram uma partida como mandante. Estes clubes foram eliminados antes de atuarem como visitante.



Legenda!
RV - Renda visitante
PV - Público visitante
BV - Preço médio do bilhete visitante
BM - Bilhete mandante
BM/BV - Variação entre bilhete mandante e visitante

O ingresso do seu clube está caro? Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Ôrra Meu!


O Estado de São Paulo tem o maior número de representantes no Campeonato Brasileiro da Série A (6) e ainda presenciou as conquistas invictas de Corinthians na Libertadores e Palmeiras na Copa do Brasil. Mas os paulistas, até aqui, são apenas coadjuvantes na elite nacional.

Mais no blog rbrito:
Escorpião no bolso?! Preço médio dos ingressos na Copa do Brasil!

Classe C! Ranking de público das Séries A, B, C e D do Brasileirão!

Atualmente, a zona da Libertadores não conta com nenhum clube do Estado de São Paulo. Atlético-MG, Vasco, Fluminense e Grêmio estão nas quatro primeiras colocações. Em nove anos de pontos corridos, ao menos, um clube paulista acabou o Brasileirão entre os classificados para a Libertadores.

Mas o número de clubes classificados para a competição sul-americana através da Série A caiu vertiginosamente nos últimos anos. Em 2003 e 2004 foram três clubes classificados para a Libertadores. Dois representantes do Estado de São Paulo carimbaram o passaporte em 2005, 2006, 2007 e 2008.

Mas em 2009, 2010 e 2011 apenas um clube paulista esteve entre os melhores do Brasileirão e, consequentemente, com a vaga garantida para a competição mais importante da América do Sul. O Campeonato Brasileiro 2012 poderá quebrar outro estigma.

Campeões!
Nos pontos corridos, apenas um clube fora do Eixo Rio-São Paulo conseguiu ser campeão. O Cruzeiro, em 2003, faturou o título da Série A. De lá para cá, Santos, Corinthians (2), São Paulo (3), Flamengo e Fluminense deram a volta olímpica pelo Nacional.

Além da má fase dos paulistas no atual Brasileirão, o levantamento do blog rbrito também revela que os campeões da Libertadores e da Copa do Brasil não se dão bem na Série A. Levando em conta apenas os vencedores de 2003 para cá, apenas o Cruzeiro, campeão da Copa do Brasil, também faturou a Série A.

Em 2004 e 2005, por exemplo, Santo André e Paulista foram campeões da Copa do Brasil, mas estavam na Série B. O Flamengo, vencedor em 2006, acabou na 11ª colocação - mesmo lugar do Sport em 2008. O Corinthians, em 2009, foi apenas o décimo. No ano seguinte, o Santos amargou a oitava colocação. O Fluminense fez bonito em 2007 ao ficar em quarto. O Vasco também arrebentou na temporada passada, já que acabou com o vice-campeonato brasileiro.

A situação na Libertadores é bem parecida. Os clubes, após título e vaga na competição, largam o Brasileirão. Campeão em 2005, o São Paulo foi apenas o 11º colocado na Série A. O Santos, em 2011, acabou no décimo lugar. Já o Internacional, em 2010, ficou na sétima posição. Pelo menos, em 2006, os colorados garantiram o vice-campeonato nacional.

Em 2012, o Corinthians, após amargar algumas rodadas na lanterna, deixou a zona de rebaixamento e, agora, aparece no 12º lugar, com 12 pontos. Logo atrás, com dez pontos, na 14ª colocação, está o Palmeiras. O Verdão só saiu da zona do descenso no último domingo.

O que acontece com o Estado de São Paulo no Brasileirão? Opine! Participe pelo blog rbrito ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Confira os classificados para a Libertadores pelo Brasileirão:

2003
Cruzeiro-MG
Santos-SP
São Paulo-SP
São Caetano-SP
Coritiba-PR

2004
Santos-SP
Atlético-PR
São Paulo-SP
Palmeiras-SP

2005
Corinthians-SP
Internacional-RS
Goiás-GO
Palmeiras-SP

2006
São Paulo-SP
Internacional-RS
Grêmio-RS
Santos-SP
Paraná-PR

2007
São Paulo-SP
Santos-SP
Flamengo-RJ
Fluminense-RJ
Cruzeiro-MG

2008
São Paulo-SP
Grêmio-RS
Cruzeiro-MG
Palmeiras-SP

2009
Flamengo-RJ
Internacional-RS
São Paulo-SP
Cruzeiro-MG

2010
Fluminense-RJ
Cruzeiro-MG
Corinthians-SP
Grêmio-RS

2011
Corinthians-SP
Vasco-RJ
Fluminense-RJ
Flamengo-RJ
Internacional-RS

terça-feira, 24 de julho de 2012

Classe C!


Está na moda a ascensão da Classe C. No futebol não é diferente. Mas a referência que faz o blog rbrito, nesta terça-feira, não é em cima do poder aquisitivo dos clubes e, sim, na subida de um trio da Série C do Campeonato Brasileiro no ranking de público pagante. Este post contou com a colaboração de Marcos Neves.

Mais no blog rbrito:
Mudanças no ranking! Tinha novo líder no ranking geral!

Faça gol! As médias de gols das Séries A, B, C e D do Brasileirão!

Sim! Ele sempre consegue! Estou falando do Santa Cruz. Demorou, mas o Tricolor das multidões já assegurou a liderança no ranking geral. Como a CBF corrigiu seu público na primeira rodada, o Santa Cruz pulou para a primeira colocação, com média de 22.846 pagantes.

Aliás, o time pernambucano conseguiu mais um feito. O Santo Cruz jogou na sexta-feira contra o Paysandu. Dia ingrato para o futebol. Mesmo assim, durante o empate, por 3 a 3, com o Papão, o Santinha levou 24.360 pagantes ao Estádio do Arruda. Este público ainda precisa ser confirmado pela entidade de José Maria Marín.

Mas não pense que é só o Santa Cruz que enche seu torcedor de orgulho. O Paysandu também subiu alguns degraus. Com média de 15.985 pagantes, o Papão, vice-líder no ranking da Série C, saiu do 13º para o sexto lugar no geral.

O Fortaleza foi outro que pegou o elevador. Na 14ª colocação na última atualização, o Leão do Pici pulou para o oitavo lugar, com média de 12.665 pagantes. Em relação a Série B, o Ceará segue inatingível, com média de 9.786 pagantes - a 15ª melhor no geral. Já a liderança da Série D é do Sampaio Corrêa-MA (5.701).

Fiel!
Assim como o Santa Cruz, o Corinthians jogou em dia e horário impróprios para o futebol. E a façanha do Timão superou com folga a do Tricolor pernambucano. No empate, por 1 a 1, com a Portuguesa, no Pacaembu, o Corinthians levou inacreditáveis 31.106 pagantes ao estádio.

O campeão da Libertadores pode ter perdido a liderança no geral, mas segue no topo da Série A, com média de 22.404 pagantes. Outros sete clubes do Brasileirão já atuaram no sábado, às 21 horas, e nenhum chegou próximo do público corintiano.

Para se ter uma ideia, o líder Atlético-MG enfrentou e goleou o Náutico, por 5 a 1, sob os olhares de "apenas" 16.367 pagantes. Falando no Timbu, o clube pernambucano levou 11.457 pagantes ao estádio quando atuou antes da balada de sábado.

E o torcedor do Náutico tem o direito de reclamar da CBF. O blog rbrito notou que o time pernambucano é o mais prejudicado com jogos aos sábados, às 21 horas. O Timbu já foi obrigado  a jogar quatro vezes nestas condições. Figueirense-SC (5.185), Palmeiras-SP (7.268), Fluminense-RJ (2.852), Atlético-GO (2.048) e Ponte Preta (2.857) foram os outros clubes que sofreram com este absurdo da TV.

Rabeira!
O Cerâmica-RS, até aqui, é o responsável pela pior média de público das quatro divisões - 51 pagantes. O Duque de Caxias-RJ, por sua vez, amarga a lanterna da Série C (150). Último colocado na classificação da Série B, o Ipatinga também está na rabeira da média de público - 326 pagantes. Cenário parecido com o do Atlético-GO (2.614) - lanterna da Série A.

Treze-PB e Araguaína-TO ainda não atuaram como mandante nas Séries C e D, respectivamente.

Geral!
A média geral das Séries A, B, C e D teve ligeira alta - 5.757 pagantes. Em 337 partidas, o público total é de 1.940.034. A Série A, com 110 jogos, ostenta média de 11.388 e total de 1.252.697 pagantes. Enquanto isso, a Série C voltou a ultrapassar a Série B.

Com 39 jogos, a Série C apresenta média de 4.648 pagantes e total de 181.282, contra 3.593 pagantes de média da Série B. A Segundona, com seus 119 confrontos, tem total de 427.570. Por fim, a média da Série D é de 1.137 pagantes. O total de público, após 69 partidas, é de 78.485.

Entenda:
Os clubes da Série A do Brasileirão são representados pela cor amarela. O cinza destaca os clubes da Série B, enquanto o laranja é a Série C e o azul é a Série D. Já os números em vermelho precisam da confirmação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O blog rbrito acompanhará TODOS os públicos das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro 2012. Fique sabendo da evolução das médias de público. E você, jornalista, lembre de dar crédito, caso utilize qualquer dado dos levantamentos de público do blog rbrito.

Só o blog rbrito acompanha as médias de público do Brasil. Ajude a divulgar o blog rbrito! Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984


segunda-feira, 23 de julho de 2012

Escorpião no bolso?!


Campeão invicto da Copa do Brasil, o Palmeiras teve o maior valor médio do ingresso, como mostrará o blog rbrito nesta segunda-feira. Este levantamento teve a colaboração de Ricardo Almeida. O alto valor da entrada, porém, não é surpresa para o torcedor palmeirense.

Mais no blog rbrito:
Sua contribuição! Preço médio dos ingressos da Série A!

Sua parcela! Preço médio dos ingressos da Série B!

O Verdão já havia se destacado negativamente em levantamento parecido sobre as entradas da Série A do Campeonato Brasileiro. Na Copa do Brasil, o clube paulista teve o preço média do bilhete de R$ 42,05. Com total de 94.384 pagantes, o Palmeiras arrecadou R$ 3.968.874. Esta é a maior arrecadação entre os 64 clubes.

Para os chamados clubes grandes, a receita dos jogos deixou de ser a principal fonte de renda, apesar de alguns clubes insistirem em ingressos caros. Enquanto isso, os clubes longe dos principais eixos do futebol aproveitam a "visita" dos clubes de maior expressão para fazer receita.

Por conta disso, o Bahia de Feira teve o segundo maior preço médio da Copa do Brasil. O Tricolor foi eliminado pelo São Paulo, mas nem por isso, deixou de ganhar dinheiro. O Bahia de Feira arrecadou R$ 667.370,00 com público total de 17.562 pagantes. A média do bilhete foi de R$ 38.

O Atlético-MG, por sua vez, costuma ser camarada dos seus torcedores. Mas desta vez o Galo foi o responsável pelo terceiro ingresso mais caro da Copa do Brasil (R$ 37,82). O Sampaio Corrêa-MA completa a lista daqueles clubes que ultrapassaram a marca de R$ 30. O time maranhense teve média de R$ 31,54 por bilhete.

Bufunfa!
Além do Palmeiras, outros três clubes arrecadaram mais de R$ 1 milhão. O São Paulo, que caiu nas semifinais, aparece com a segunda maior renda (R$ 2.993.445,00). O preço médio do ingresso tricolor foi de R$ 28,82 - o sétimo mais caro.

Vice-campeão pelo segundo ano consecutivo, o Coritiba costuma ter ingressos salgados, mas desta vez não esteve na linha de frente. O preço médio da entrada foi de 24,43. Mesmo assim, o Coxa amealhou R$ 2.513,072,00, contra R$ 2.345.417,00 do Grêmio.

Aliás, o Grêmio tem uma ótima fórmula. Ingressos baratos, estádios cheios e renda polpuda. O Tricolor gaúcho sabe que estádio cheio garante boa renda e bom espetáculo. O preço médio da entrada gremista é de apenas R$ 19,40 - a 22ª no ranking.

No geral, o preço média do ingresso na Copa do Brasil foi de R$ 22,05. A renda total chegou aos R$ 21.898.981,50. O público total bateu na casa dos 993.152 pagantes.



Dor no bolso!
Neste levantamento do blog rbrito também é possível analisar os menores (indicado pela cor verde) e os maiores (indicado pela cor rosa) valores dos ingressos a cada rodada. Em toda a Copa do Brasil, o Brasiliense teve a entrada mais barata.

Na primeira fase contra o Guarani, o time candango cobrou apenas R$ 2,65 pela entrada. Por outro lado, o Palmeiras volta a "enfiar a faca" em seus torcedores. Na final contra o Coritiba, o valor da entrada chegou a R$ 65,63.

Ponte Preta (R$ 5,19), Goiás (R$ 5,72 e R$ 6,64), ASA (9,54) foram outros clubes com entradas abaixo de R$ 10. De volta aos altos valores, o Palmeiras também tem o segundo preço mais elevado - R$ 41,37. O Coritiba, no jogo final, cobrou entradas a R$ 38,02.



O ingresso do seu clube está caro? Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Faça gol!


A Série B do Campeonato Brasileiro tem a melhor média de gols entre as quatro divisões nacionais. Em 120 jogos, a competição já registrou 343 tentos. Uma média de 2,86 gols por partida. O líder Criciúma é um dos maiores colaboradores. Com campanha impecável, o Tigre catarinense tem o melhor ataque - 30 gols em 12 jogos. Média de 2,5. Destes 30 tentos, 14 são do artilheiro Zé Carlos ou Zé do Gol como a torcida tricolor o chama.

Mais no blog rbrito:
Marcha lenta! Brasileirão 2012 com a pior média de gols nos pontos corridos!

Há um empate técnico entre as Séries A e D. Enquanto a elite do Brasileirão tem média de 2,59 tentos por jogo, a Série D apresenta 2,58. Em 11 partidas, a Série A ostenta 285 gols. Assim como na Série B, o líder também comanda a liderança do sistema ofensivo. O Atlético-MG balançou as redes 23 vezes em 11 jogos.

Só na última rodada, o Galo anotou quatro tentos na vitória, por 4 a 1, sobre o Sport, fora de casa. O Sampaio Corrêa-MA, por sua vez, tem o melhor ataque da Série D - dez gols em três partidas. A última divisão nacional soma 155 gols em 60 jogos.

Na rabeira deste levantamento feito pelo blog rbrito está a Série C. Os clubes ainda estão tímidos. A exceção é o Vila Nova, dono do melhor ataque da competição com dez tentos em quatro partidas. Em 30 jogos, a Série C registra 73 gols. Média de 2,43 tentos por duelo.

Outros números!
Não importa o formato de disputa, vencer em casa é sempre primordial. E este fato é observado nas Séries A, B, C e D. Na elite, por exemplo, são 52 triunfos dos mandantes, contra 29 dos visitantes. Ainda aconteceram 29 empates. Na Série B a vitória dos mandantes é ainda mais escancarada.

Diante de seus torcedores, os clubes venceram 64 vezes. Os visitantes somam 26 triunfos, enquanto os empates somam 30. Na Série C são 15 vitórias dos donos da casa, nove dos visitantes e seis empates. Por fim, os mandantes já venceram 26 vezes na Série D. Os visitantes têm 13 triunfos, além de 21 empates registrados.

* Atualizado às 12h27

Como você avalia o sistema ofensivo do seu clube? Opine! Participe pelo blog rbrito ou através do www.twitter.com/rbrito1984

domingo, 22 de julho de 2012

Mau Humor FC 125!


O Supremo Tribunal da Suíça mandou e a FIFA confirmou que Ricardo Teixeira e João Havelange receberam suborno da ISL - empresa de marketing que faliu em 2001. Mas aqui no Brasil, as revelações não causaram impacto. Aliás, a imprensa se limitou a divulgar o fato. É ou não é de ficar com raiva e pedir socorro a seção Mau Humor FC?!

Mais no blog rbrito:
Comemorações fora de hora e os ex-jogadores que derrapam como comentaristas!

Para piorar, o ilustre presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marín, que já havia dito que daria continuidade ao "legado" de Ricardo Teixeira, não só não comentou as revelações bombásticas, como ainda confirmou que irá manter a mesada ao ex-mandatário da entidade.

Ou seja, o que todos desconfiavam foi confirmado. Primeiro que a dupla recebeu, de fato, propina. E segundo, que Ricardo Teixeira ainda dá as cartas na CBF. Só que agora, de uma forma ainda mais tranquila. Além de receber R$ 100 mil da CBF, Ricardo Teixeira não é incomodado e nem contestado.

A Copa do Mundo segue a todo vapor, com dinheiro público e aditivos. Os estádios sairão, mas as outras obras... E o que faz a imprensa? Aplaude! Raramente há uma denúncia ou uma matéria investigativa. A emissora detentora da Copa 2014 é só confete.

O futebol brasileiro e seus dirigentes continuam sujos, mas pra que se indispor com estes assuntos?! Vamos cobrir treinos, vamos reverenciar os vovôs que desembarcaram para o Brasileirão, vamos rir a cada coletiva de e com José Maria Marín, vamos falar como se a Copa fosse daqui uns dez anos e vamos deixar como tudo está! É melhor assim!

Deixe o mau humor falar por você neste domingo! Critique! Proteste! Opine aqui no blog rbrito ou através do twitter (@rbrito1984)

sábado, 21 de julho de 2012

Um clique XXVI!


O Campeonato Brasileiro mal começou e já tem árbitro fanático por pênaltis. A semana também teve o ranking final da Copa do Brasil, assim como o Raio-X completo da Edição 2012. E como sempre, o único e legítimo ranking das Séries A, B, C e D! O blog rbrito criou a seção Um clique! para elencar todos os posts que agitaram a semana, assim como seus links. Tudo para facilitar a vida de vocês, caros torcedores-internautas.

Mais no blog rbrito:
Raio-X da Libertadores e semana dedicada a Copa do Brasil!

Atual campeão da Série D, o Tupi-MG já ostenta quatro meses sem vitória. O time mineiro é um dos que ainda não venceram na Série C. Na segunda-feira, o blog rbrito mostrou o jejum destes clubes sem vitórias. E é lógico que não esquecemos do Raio-X completo da Copa do Brasil. Campeão invicto, o Palmeiras ganhou destaque mais uma vez.

Relembre o post Paralisados!

Relembre o post Raio-X Copa do Brasil 2012!

TERÇA-FEIRA
Dois dias após o árbitro Francisco Carlos Nascimento marcar um pênalti mandrake a favor do Flamengo, o blog rbrito mostrou que o juizão alagoano tem uma tara pela marca da cal. Ele foi o recordista do quesito em 2011. A terça-feira ainda foi dia de paredão. Tem goleiro da Série C que não leva gols há três meses.

Relembre o post Tara!

Relembre o post Não passa nada!

QUARTA-FEIRA
Quarta-feira é dia de ranking de público pagante. Falo do único e do original. Não aceite imitações! Só o blog rbrito acompanhada rodada após rodada os públicos das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro. Aliás, o Corinthians é o novo líder da Série A. Já o Santa Cruz ganhou uma posição no geral.

Relembre o post Mudanças no ranking!

QUINTA-FEIRA
A região Sul é a que tem a melhor média de pontos entre os clubes das Séries A, B e C. O Sudeste e o Nordeste também estão bem pontuados. Ainda na quinta-feira, o blog rbrito trouxe o ranking final de público pagante da Copa do Brasil. Os tricolores dominaram as primeiras colocações. Campeão, o Palmeiras ficou em uma posição modesta.

Relembre o post Pontos brasileiros!

Relembre o post Fim de jornada!

SEXTA-FEIRA
Para fechar a semana, como sempre, o blog rbrito buscou a nova atualização do ranking de público da Segundona do Campeonato Paulista. Agora, os clubes já estão na segunda fase e, mais do que nunca, precisam do apoio do torcedor para seguirem na briga pelo acesso.

Relembre o post Como as coisas mudam...

O que você gostaria de ver no blog rbrito? Opine! Mande suas sugestões aqui ou pelo www.twitter.com/rbrito1984

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Como as coisas mudam...


As duas primeiras rodadas da segunda fase na Segundona do Campeonato Paulista foram bem distintas. Os clubes mandantes do final de semana jogaram para estádios vazios, enquanto o pessoal de quarta-feira ganhou apoio maciço de seus torcedores. Para mais esta atualização no ranking de público pagante, o blog rbrito contou com a colaboração de Marcos Neves.

Mais no blog rbrito:
Sumaré liberado! Um clube, enfim, consegue jogar em casa e com torcida!

Fim de jornada! Ranking de público FINAL da Copa do Brasil 2012!

O Sumaré, destacado no post da semana passada, segue com público bem modesto. Em seu segundo jogo em casa, o clube levou apenas 60 pagantes. O Sumaré tem média de 57, a quinta pior da competição. Mas o Osasco é ainda mais deprimente. Na antepenúltima posição, o Osasco tem média de 44 pagantes. Em seu primeiro jogo como mandante nesta nova fase, o time foi visto por apenas 57 pagantes, contra 60 do Atlético Mogi e 82 do Mauaense.

Ainda bem que há o outro lado da moeda. O líder Novorizontino foi o responsável pelo maior público do meio de semana (1.841). A média do Tigre é de 2.369 pagantes. Logo atrás está o Américo Brasiliense, com média de 2.009 pagantes. Votuporanguense e Fernandópolis também se destacaram. Com público de 1.191 pagantes, o CAV chegou a média de 1.704, na terceira posição. O quarto lugar é do Fernandópolis, com média de 978 pagantes.

Misturado!
Mas também há aqueles clubes que salvaram o final de semana ou derrubaram a quarta-feira. O Pirassununguense se destacou no sábado. Com público de 695 pagantes, o time de Pirassununga ganhou uma posição e já aparece no sétimo lugar (563). O José Bonifácio também foi bem com seus 632 pagantes. Com média de 491 pagantes, o José Bonifácio está atrás do Cotia (536) e na frete do Mathiqueira (489) - outros dois clubes que atuaram como mandante.

Por outro lado, na quarta-feira, o Guarujá entrou em campo sob os olhares de 85 pagantes. O time amarga a 30ª posição. Com a quarta pior média (53), o Desportivo Brasil levou míseros 70 pagantes ao estádio. Ainda teve o Joseense e seus 61 pagantes.

Em 197 partidas, a média da Segundona Paulista é de 432 pagantes e público total de 85.087.

Explicações!
Na Segundona, o Primavera realizou seis jogos com os portões fechados. ECUS e Suzano já jogaram cinco vezes sem a presença do torcedor, uma a mais que Sumaré e Radium. Enquanto isso, Guarujá, Elosport e Guariba fizeram uma partida sem torcida.

O blog rbrito acompanhará os públicos da Segundona Paulista e das Séries A, B, C e D do Brasileirão. Fique sabendo da evolução das médias de público. E você, jornalista, lembre de dar crédito, caso utilize qualquer dado dos levantamentos de público do blog rbrito.

Só o blog rbrito acompanha as médias de público do Brasil. Ajude a divulgar o blog rbrito! Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984


quinta-feira, 19 de julho de 2012

Fim de jornada!


O Palmeiras foi o grande campeão da Copa do Brasil 2012. Mas foi o rival São Paulo que conquistou a maior média de público pagante. Nesta quinta-feira, o blog rbrito, com a colaboração de Marcos Neves, trará o ranking final da Copa BR. No início na semana, o blog rbrito mostrou o Raio-X da competição (Veja aqui!).

Mais no blog rbrito:
Preserve o Verde! As médias dos finalistas da Copa do Brasil!

Mudanças no ranking! Público das Séries A, B, C e D do Brasileirão!

Eliminado nas semifinais, o São Paulo realizou quatro jogos como mandante e conseguiu público total de 103.857 pagantes. A média foi de 25.964. A segunda colocação foi de outro Tricolor. O Grêmio, também eliminado nas semifinais, teve média de 24.182 pagantes.

O Tricolor gaúcho foi o responsável pelo maior público da Edição 2012 - 43.508 pagantes. O maior público total da Copa do Brasil também é do Grêmio (120.908). Se Sudeste e Sul dominaram as duas primeiras colocações, o Norte deu o ar da graça na terceira e quarta posições.

Na verdade, o Estado do Pará. O Independente, que saiu logo na primeira fase, terminou com média de 22.184 pagantes, contra 22.104 do Paysandu. Apenas os quatro primeiros colocados ultrapassaram a marca de 20 mil pagantes.

Finalistas!
O campeão Palmeiras só aparece no quinto lugar, com média de 18.877 pagantes. Em cinco jogos como mandante, o Verdão teve público total de 94.384. Seu maior público foi na primeira partida da final, quando bateu o Coritiba, por 2 a 0, sob os olhares de 28.557.

Falando no vice-campeão, o Coxa terminou com a sétima melhor média de público, atrás ainda do Atlético-MG. O time paranaense ficou com 17.147 pagantes. No duelo final, que teve empate, por 1 a 1, o Coritiba levou 31.382 pagantes ao Estádio Couto Pereira. Fortaleza, Remo e Bahia completaram o Top 10 da Copa do Brasil.

Por outro lado, o pessoal do Rio de Janeiro passou vergonha. O Madureira amargou a lanterna, com apenas 93 pagantes de média. A penúltima colocação, com 140 pagantes, foi do Boavista. Na 62ª colocação, o Trem ficou com média de 226 pagantes.

Em 112 partidas, a Copa do Brasil 2012 terminou com 8.870 pagantes de média e público total de 993.427.

O blog rbrito acompanhará os públicos das Séries A, B, C e D do Brasileirão. Fique sabendo da evolução das médias de público. E você, jornalista, lembre de dar crédito, caso utilize qualquer dado dos levantamentos de público do blog rbrito.

Só o blog rbrito acompanha as médias de público do Brasil. Ajude a divulgar o blog rbrito! Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984


Pontos brasileiros!


O blog rbrito separou os 60 clubes das Séries A, B e C do Campeonato Brasileiro por regiões. Pegamos a pontuação de cada um destes clubes, somamos e depois dividimos pelo número de integrantes em cada região. Assim chegamos a média de pontos do Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul.

Mais no blog rbrito:
Mudanças no ranking! Ranking de público das Séries A, B, C e D!

Nesta análise, o blog rbrito chegou a conclusão que a região Sul vive o melhor momento nas três principais divisões nacionais. A média é de 13,81 pontos por clube. O Criciúma é o que mais se destaca. Líder da Série B, o time catarinense soma 26 pontos. O Grêmio também faz bonito na Série A e está na zona da Libertadores. Na Série C, o Caxias merece aplausos. O time grená está na zona de classificação do Grupo B. Ao todo são 11 clubes da região Sul nas Séries A, B e C - são cinco catarinenses, três gaúchos e três paranaenses.

Com média de 11,88 pontos, a região Sudeste ocupa a vice-liderança. Com 26 clubes, a região Sudeste conta com o maior número de representantes nas três divisões. Só na Série A, Atlético-MG, Vasco e Fluminense dominam e ocupam as três primeiras colocações. Na Série B ainda tem o América-MG no G4, enquanto Madureira, Macaé e Santo André estariam classificados na Série C.

O Tupi é o único que decepciona e segue sem pontuar na Série C. O Estado de São Paulo, com 13 clubes, por enquanto, faz campanha modesta. Seus clubes ainda não estão no topo. O Sudeste ainda tem sete clubes do Rio de Janeiro e seis mineiros.

Espaço!
Com 15 representantes, o Nordeste ostenta média de 9,93 pontos. A região se destaca nas Séries B e C. O Vitória ocupa a vice-liderança da Segundona, com 25 pontos. O América-RN, apesar do tropeço de terça-feira, continua no G4 em busca do acesso.

Enquanto isso, Icasa e Santa Cruz se destacam no Grupo A da Série C. Na listagem do Nordeste, apenas o Treze ainda não pontuou. O time paraibano entrou na Série C após uma longa disputa na Justiça. A promoção do Treze custou a vaga do Rio Branco-AC, que seria representante do Norte.

Por fim, as regiões Centro-Oeste e Norte têm médias parecidas. Os seis clubes do Centro-Oeste têm média de 5,83. Apenas os Estados de Goiás e do Mato Grosso representam o Centro-Oeste. A situação do Norte é ainda mais precária.

Paysandu e Águia são do Pará, o único Estado do Norte nas três principais divisões do país. O Norte tem média de 5,0 pontos. O Paysandu é vice-líder do Grupo A na Série C. O Águia, por sua vez, ainda não decidiu se brigará pelo acesso ou contra o rebaixamento.

Participe do blog rbrito! Opine aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Confira a média de pontos das cinco regiões nas Séries A, B e C:

CENTRO-OESTE (5,83)
Atlético-GO - 2
Goiás-GO - 19
Luverdense-MT - 6
Cuiabá-MT - 1
Vila Nova-GO - 4
Brasiliense-DF - 3

NORDESTE (9,93)
Náutico-PE - 13
Sport-PE - 12
Bahia-BA - 7
Vitória-BA - 25
América-RN - 20
CRB-AL - 14
Ceará-CE - 14
ASA-AL - 10
ABC-RN - 10
Icasa-CE - 7
Santa Cruz-PE - 5
Guarany-CE - 4
Salgueiro-PE - 4
Fortaleza-CE - 4
Treze-PB - 0

NORTE (5)
Paysandu-PA - 6
Águia-PA - 4

SUDESTE (11,88)
Atlético-MG - 25
Vasco-RJ - 23
Fluminense-RJ - 23
Botafogo-RJ - 17
Cruzeiro-MG - 17
São Paulo-SP - 16
Ponte Preta-SP - 15
Flamengo-RJ - 15
Corinthians-SP - 11
Santos-SP - 10
Portuguesa-SP - 8
Palmeiras-SP - 6
América-MG - 25
São Caetano-SP - 19
Boa Esporte-MG - 13
Guarani-SP - 11
Bragantino-SP - 11
Guaratinguetá-SP - 8
Grêmio Barueri-SP - 6
Ipatinga-MG - 4
Madureira-RJ - 9
Macaé-RJ - 6
Santo André-SP - 5
Duque de Caxias-RJ - 3
Oeste-SP - 3
Tupi-MG - 0

SUL (13,81)
Grêmio-RS - 18
Internacional-RS - 16
Figueirense-SC - 8
Coritiba-PR - 7
Criciúma-SC - 26
Joinville-SC - 18
Paraná-PR - 18
Atlético-PR - 17
Avaí-SC - 14
Caxias-RS - 6
Chapecoense-SC - 4

quarta-feira, 18 de julho de 2012

Mudanças no ranking!


O Corinthians assumiu a liderança do ranking de público pagante das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro. O Timão deixou para trás Grêmio e Sport e ostenta média de 20.664 pagantes. O público total é de 103.320. Esta é mais uma atualização do blog rbrito, que sempre conta com o apoio de Marcos Neves. Os jogos deste meio de semana ainda não foram contabilizados.

Mais no blog rbrito:
Rivais em ebulição! Clássico até no ranking de público!

Tara! Conheça o árbitro recordista de pênaltis no Brasileirão!

O Ceará, com média de 10.402 pagantes, comanda a Série B e ocupa o 15º lugar no geral. Na Série C, o líder Santa Cruz ganhou um posto no ranking geral e ocupa a quarta posição, com média de 17.090 pagantes. A liderança da Série D segue com o Sampaio Corrêa - 5.701. Mas como vocês sabem, o blog rbrito tem analisado o borderô de time por time.

Após Sport, Grêmio, Corinthians e Atlético-MG, chegou a vez do Bahia. Na sexta posição geral, o Tricolor baiano tem média de 16.100 pagantes. Na derrota para o Flamengo, por 2 a 1, o Bahia conseguiu seu maior público - 29.206 pagantes. No borderô, o número de ingressos à venda foi de 25.270. A diferença é por causa do ingresso "Torcedor Oficial do Bahia" que não entra na carga das entradas à venda. São 4.522 ingressos a R$ 7,50. Há entradas ainda a R$ 120, R$ 60 e R$ 30.

A renda com a venda dos ingressos foi de R$ 714.540,00. Mas o "leão" engoliu uma grande fatia e "apenas" R$ 456.909,72 entraram nos cofres tricolores. O "espaço catracas Sudesb" consumiu R$ R$ 3.500,00. Pior foi a confecção dos ingressos pela BWA (R$ 71.454,00).

Além de despesas conhecidas como arbitragem, antidoping, INSS e etc, o blog rbrito descobriu outros dois novos itens. A publicidade estática e inserções Sudesb tiraram do clube R$ 200,00. Enquanto isso, "bebidas e material para o antidoping mais R$ 40.

Outro lado...
Os números do Goiás, quinto colocado da Série B e 27º no geral, são mais modestos em relação ao Bahia. Mesmo assim, o Alviverde, com média de 4.932 pagantes, não decepciona. Assim como o Tricolor baiano, o Goiás conseguiu seu melhor público na última rodada - 8.420 pagantes.

Se levarmos em conta os valores dos ingressos, o público poderia e deveria ser maior. O Goiás não tem preços exorbitantes. A cadeira numerada - ingresso mais caro - custa R$ 40, com direito a meia-entrada (R$ 20). A arquibancada é apenas R$ 10 (com meia-entrada a R$ 5) e os sócios desembolsam só R$ 5.

No duelo contra o América foram colocados à venda 17.084 ingressos. A arrecadação foi de R$ 51.395,00. Sem maiores explicações, na lacuna despesas, o Goiás perdeu R$ 4.111,60 com "retenção e repasse de valores". A passagem dos árbitros consumiu R$ 390,80, enquanto o lanche do policiamento ficou em R$ 737,20. Com outras despesas, a renda a receber foi de R$ 25.838,35.

Olhar geral!
Se levarmos em conta as quatro divisões nacionais, a média geral é de 5.619 pagantes. Após 273 partidas, o público total é de 1.534.024. Em 90 jogos, a Série A ostenta média de 11.200 pagantes e total de 1.008.012.

Com média modesta de 3.607 pagantes, a Série B tem público total de 360.749 após 100 jogos. Pela primeira vez, a Série C tem números inferiores a Série B. Em 28 jogos, com total de 99.940, a média da Terceirona é de 3.569 pagantes. Por fim, na lanterna, a média da Série D é de 1.188 pagantes. Após 55 partidas o total é de 65.323.

Entenda:
Os clubes da Série A do Brasileirão são representados pela cor amarela. O cinza destaca os clubes da Série B, enquanto o laranja é a Série C e o azul é a Série D. Já os números em vermelho precisam da confirmação da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O blog rbrito acompanhará TODOS os públicos das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro 2012. Fique sabendo da evolução das médias de público. E você, jornalista, lembre de dar crédito, caso utilize qualquer dado dos levantamentos de público do blog rbrito.

* Atualizado às 20h51

Só o blog rbrito acompanha as médias de público do Brasil. Ajude a divulgar o blog rbrito! Opine! Participe aqui ou através do www.twitter.com/rbrito1984


terça-feira, 17 de julho de 2012

Não passa nada!


Rafael Cabral, do Santos, e Neto, da Fiorentina-ITA, são os goleiros em destaque e que defenderão a Seleção Brasileira nas Olimpíadas de Londres. Mas outro camisa 1 se destaca em terras brasileiras. O problema é que ele não tem os holofotes da mídia e é pouco ou quase nada conhecido pelos torcedores.

O blog rbrito fala de Márcio, goleiro titular do Madureira-RJ. Como se trata de um post com personagem, o blog rbrito resolveu trazer a foto desta muralha (crédito: assessoria de imprensa do Madureira). Apesar de raro, já fizemos alguns posts com fotos. Relembre a entrevista com Zezinho e aproveite para conhecer o antigo blog rbrito que deu origem ao atual!

Aos 28 anos, Márcio Cezilo Arantes conhece muito bem o Madureira. Ele começou a carreira no Tricolor, chegou a passar pela Portuguesa-RJ, em 2010, mas voltou ao clube de origem em 2011. Atualmente, o camisa 1 está há 325 minutos - fora os acréscimos - sem tomar gol.



O Madureira é o único clube entre os 20 da Série C do Campeonato Brasileiro que ainda não foi furado. Edu Pina, do Duque de Caxias, foi o último a balançar as redes de Márcio. Pela rodada final da Taça Rio do Campeonato Carioca, o Madureira ganhou do rival, por 4 a 1, no dia 15 de abril. Edu Pina marcou seu tento aos 35 minutos do primeiro tempo.

Lá se vão três meses de invencibilidade. Na estreia da Série C, o Madureira bateu, em casa, o Brasiliense-DF, por 1 a 0. No reencontro com o Duque de Caxias-RJ, fora de casa, o time de Márcio fez 2 a 0. Por fim, no último final de semana, novo triunfo, desta vez sobre o Tupi-MG, em casa, por 1 a 0.

Natural de São Paulo, Márcio tem 1m85 e 85kg. A próxima missão da muralha será parar o Santo André-SP, no sábado, às 15 horas, diante de sua torcida. Não deve ser trabalho difícil, afinal, o clube paulista tem o pior ataque do Grupo B, com apenas dois gols marcados.

Tara!


Tara! Obsessão! Interesse exagerado em algo! É assim que o árbitro alagoano Francisco Carlos Nascimento deve se sentir com a possibilidade de marcar um pênalti. Foi ele quem assinalou o pênalti que deu a vitória ao Flamengo no duelo contra o Bahia, por 2 a 1. A penalidade máxima, sequer, existiu. O defensor tricolor nem tocou no flamenguista.

Mais no blog rbrito:
Olho no lance! Todos os pênaltis marcados para os clubes na Série A 2012!

Na mão deles... Os árbitros recordistas de pênaltis no Brasileirão 2011!

Este desejo desenfreado de Francisco Carlos Nascimento pela marca da cal não vem de agora, como mostrará o blog rbrito, nesta terça-feira. Em 2011, pela mesma Série A do Brasileirão, ele e o pernambucano Nielson Nogueira Dias foram os recordistas de pênaltis. A dupla assinalou nove infrações na área.

Naquela oportunidade, Francisco Carlos do Nascimento apitou pênaltis a favor de Vasco, Atlético-PR, Corinthians, Cruzeiro, Atlético-MG, Palmeiras, Santos [2] e Fluminense. Em 2012, o ritmo segue acelerado e o juizão tem tudo para acabar na frente dos companheiros. Já são três penalidades máximas no currículo de Francisco Carlos Nascimento.

O Flamengo, até aqui, se deu bem com o árbitro. Além do pênalti inexistente no último domingo, Francisco Carlos Nascimento já havia apitado uma infração na quinta rodada, quando Botinelli fez o gol da vitória, por 1 a 0, sobre o Santos. Antes de gerar qualquer polêmica em relação ao Flamengo, o clube carioca, em 2011, foi o único a passar todas as 38 rodadas em branco. O Flamengo não teve um pênalti marcado a favor na temporada passada.

Por fim, o juizão alagoano ainda deu um pênalti para o Coritiba na derrota para o São Paulo, por 3 a 1, pela oitava rodada. Robinho fez o gol paranaense. Em nove rodadas foram marcados 21 pênaltis - com 18 gols e três erros. Valdívia, do Palmeiras, Marcelo Moreno, do Grêmio, e Júlio César, do Figueirense, perderam suas cobranças.

Ao todo, 15 árbitros assinalaram, ao menos, um pênalti no Brasileirão. Atrás de Francisco Carlos Nascimento estão Marcelo de Lima Henrique-RJ, Paulo César Oliveira-SP, Pericles Bassols Pegado Cortez-RJ e Raphael Claus-SP - todos com duas penalidades máximas marcadas.

Seu clube tem sido prejudicado pela arbitragem? Opine! Participe pelo blog rbrito ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Confira os árbitros que já marcaram pênaltis no Brasileirão 2012:

André Luiz de Freitas Castro-GO
Flamengo 3 x 3 Internacional (Ronaldinho Gaúcho / 2ª rodada)

Arilson Bispo da Anunciação-BA 
Figueirense 2 x 1 Náutico (Araújo / 1ª rodada)

Célio Amorim-SC 
Vasco 2 x 1 Grêmio (Marcelo Moreno errou / 1ª rodada)

Evandro Rogério Roman-PR
Botafogo 1 x 2 Ponte Preta (Andrezinho / 6ª rodada)

Fabrício Neves Correa-RS
Botafogo 2 x 3 Cruzeiro (Wellington Paulista / 3ª rodada)

Francisco Carlos Nascimento-AL
Flamengo 1 x 0 Santos (Bottinelli / 5ª rodada)
São Paulo 3 x 1 Coritiba (Robinho / 8ª rodada)
Bahia 1 x 2 Flamengo (Renato Abreu / 9ª rodada)

Heber Roberto Lopes-PR
Corinthians 1 x 3 Botafogo (Chicão / 7ª rodada)

Jailson Macedo Freitas-BA
Santos 1 x 1 Fluminense (Carlinhos / 3ª rodada)

Luiz Flávio de Oliveira-SP
Figueirense 3 x 4 Atlético-MG (Ronaldinho Gaúcho / 9ª rodada)

Marcelo Aparecido R. de Souza-SP
Cruzeiro 1 x 3 Grêmio (Wellington Paulista / 9ª rodada)

Marcelo de Lima Henrique-RJ
Grêmio 1 x 0 Palmeiras (Léo Gago / 2ª rodada)
Atlético-MG 1 x 1 Bahia (Jô / 3ª rodada)

Paulo César Oliveira-SP
Atlético-GO 1 x 4 Fluminense (Deco / 6ª rodada)
Figueirense 1 x 1 Vasco (Júlio César errou / 8ª rodada)

Pericles Bassols Pegado Cortez-RJ 
Santos 2 x 2 Coritiba (Lincoln / 6ª rodada)
Palmeiras 1 x 1 São Paulo (Valdívia errou / 9ª rodada)

Raphael Claus-SP 
Cruzeiro 1 x 0 Sport (Wellington Paulista / 4ª rodada)
Atlético-MG 5 x 1 Náutico (Ronaldinho Gaúcho / 6ª rodada)

Sandro Meira Ricci-MG 
Botafogo 4 x 2 São Paulo (Herrera / 1ª rodada)

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Raio-X Copa do Brasil 2012!


O Palmeiras encerrou seu jejum de títulos, de conquistas nacionais e de participações na Libertadores ao faturar a taça da Copa do Brasil 2012. Nesta segunda-feira, sempre com a colaboração de Ricardo Almeida, o blog rbrito trará o Raio-X completo da competição apelidada de "atalho para a Libertadores".

Mais no blog rbrito:
Raio-X Libertadores 2012! Números do campeão e da competição 2012!

Brotinho... Festa palmeirense na Copa do Brasil!

Se na Libertadores nós vimos a importância de se vencer em casa, na Copa do Brasil os números são mais modestos. Um dos principais fatores é o regulamento que, nas duas primeiras fases, premia o time visitante com uma classificação direta se a vitória vier por dois ou mais gols de diferença.

Em 319 partidas da Copa do Brasil, os mandantes triunfaram em 56 oportunidades, contra 34 dos visitantes. Ainda aconteceram 22 empates. A mesma análise pode ser feita para os gols. Dos 319 tentos anotados, 186 foram dos donos da casa. Os visitantes fizeram festa em 133 oportunidades. A média geral da Copa do Brasil foi de 2,85 tentos por partida, contra 2,64 da Libertadores.

O Palmeiras deu um passo importante para a sua segunda conquista de Copa do Brasil - já havia sido campeão em 1998 -, na primeira partida, quando fez 2 a 0 no Coritiba. Este placar, inclusive, foi o mais repetido na Edição 2012 - 22 vezes. O 1 a 1 do segundo jogo apareceu nove vezes.

Com 17 partidas, o segundo placar mais repetido foi o 2 a 1, seguido pelo 1 a 0 em 11 oportunidades. As goleadas estiveram em baixa na Copa do Brasil deste ano. O blog rbrito só considera goleada placares por quatro ou mais gols de diferença. Tivemos sete 4 a 0, dois 5 a 0, um 5 a 1 e um 6 a 0.

Outras curiosidades...
Este 6 a 0 foi a goleada do Cruzeiro sobre o Rio Branc-AC. O placar entra como a maior diferença de gols, o maior número de gols marcados por um clube em uma partida e a maior vitória como visitante. Nestas curiosidades, o Palmeiras tem a maior vitória como mandante - 4 a 0 sobre o Paraná - e o maior empate - 2 a 2 com o Atlético-PR.

Os jogos com mais gols balançaram as redes sete vezes. A Ponte Preta meteu 5 a 2 no Sapucaiense-RS, mesmo placar do triunfo do São Paulo sobre o Bahia de Feira-BA. Enquanto isso, o Goiás passou pelo América-MG, por 4 a 3.

Qual ponto te chamou mais atenção deste levantamento? Participe! Opine pelo blog rbrito ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Confira TODOS os números e curiosidades da Copa do Brasil 2012:

RESUMÃO

112 jogos
319 gols
2,85 gols por jogo
186 gols dos mandantes
133 gols dos visitantes
Gols dos mandantes por jogo: 1,66
Gols dos visitantes por jogo: 1,19
Vitórias dos mandantes: 56 (diferença média de gols: 2,13)
Empates: 22 (placar médio: 0,77 x 0,77)
Vitórias dos visitantes: 34 (diferença média de gols: 1,94)

FREQUÊNCIA DE RESULTADOS

2 x 0 (22)
2 x 1 (17)
1 x 0 (11)
0 x 0 (9)
1 x 1 (9)
3 x 0 (8)
3 x 1 (7)
4 x 0 (7)
3 x 2 (6)
2 x 2 (4)
4 x 1 (4)
5 x 0 (2)
5 x 2 (2)
4 x 2 (1)
4 x 3 (1)
5 x 1 (1)
6 x 0 (1)

CURIOSIDADES

- Maior diferença de gols (6): 1ª rodada - Rio Branco-AC 0 x 6 Cruzeiro-MG
- Mais gols em um jogo (7): 2ª rodada - Ponte Preta-SP 5 x 2 Sapucaiense-RS; 3ª rodada - Bahia de Feira-BA 2 x 5 São Paulo-SP; 4ª rodada - Goiás-GO 4 x 3 América-MG
- Mais gols de um time (6): 1ª rodada - Rio Branco-AC 0 x 6 Cruzeiro-MG
- Maior vitória do mandante (4): 2ª rodada - Portuguesa-SP 4 x 0 Cuiabá-MT e São Paulo-SP 4 x 0 Independente-PA; 3ª rodada - Fortaleza-CE 4 x 0 Náutico-PE; 4ª rodada - Atlético-PR 5 x 1 Criciúma-SC, Bahia-BA 4 x 0 Remo-PA e Portuguesa-SP 4 x 0 Juventude-RS; 6ª rodada - Palmeiras-SP 4 x 0 Paraná-PR
- Maior vitória do visitante (6): 1ª rodada - Rio Branco-AC 0 x 6 Cruzeiro-MG
- Maior empate (2x2): 1ª rodada - Luverdense-MT 2 x 2 Paraná-PR; 3ª rodada - Ceará-CE 2 x 2 Paraná-PR; 7ª rodada - Atlético-PR 2 x 2 Palmeiras-SP; 8ª rodada - Goiás-GO 2 x 2 São Paulo-SP

MAIORES PLACARES POR RODADA

1ª FASE:
- 1ª rodada: Rio Branco-AC 0 x 6 Cruzeiro-MG
- 2ª rodada: Portuguesa-SP 4 x 0 Cuiabá-MT e São Paulo-SP 4 x 0 Independente-PA

2ª FASE:
- 3ª rodada: Penarol-AM 0 x 5 Atlético-MG
- 4ª rodada: Atlético-PR 5 x 1 Criciúma-SC

OITAVAS-DE-FINAL:
- 5ª rodada: Coritiba-PR 4 x 1 Paysandu-PA
- 6ª rodada: Palmeiras-SP 4 x 0 Paraná-PR

QUARTAS-DE-FINAL:
- 7ª rodada: São Paulo-SP 2 x 0 Goiás-GO
- 8ª rodada: Coritiba-PR 4 x 1 Vitória-BA

SEMIFINAL:
- 9ª rodada: Grêmio-RS 0 x 2 Palmeiras-SP
- 10ª rodada: Coritiba-PR 2 x 0 São Paulo-SP

FINAL:
- 11ª rodada: Palmeiras-SP 2 x 0 Coritiba-PR
- 12ª rodada: Coritiba-PR 1 x 1 Palmeiras-SP

Paralisados!


Campeão da Série D do Campeonato Brasileiro em 2011, o Tupi-MG não começou nada bem sua caminhada na Série C 2012. Até aqui, o clube mineiro tem o pior início entre aqueles que já venceram a quarta divisão nacional (São Raimundo-PA e Guarany-CE). Com a derrota para o Madureira-RJ, por 1 a 0, o Tupi completou sua sétima partida sem triunfar.

Pela Série C são três jogos e a lanterna do Grupo B. Os dois piores de cada grupo serão rebaixados. A última vitória do Tupi aconteceu no longínquo 28 de março, ainda pelo Campeonato Mineiro, quando bateu o América, por 2 a 1. Lá se vão quase quatro meses de jejum. Ao todo são cinco derrotas e dois empates.

Mas não pense que a má fase está apenas com o time de Juiz de Fora. O blog rbrito descobriu outros clubes dentro da Série C que amargam longas sequências negativas. Lanterna do Grupo A, o Treze-PB pode ter ganho a batalha contra o Rio Branco-AC na Justiça, mas em campo, o time paraibano tem sido o saco de pancadas.

Assim como o Tupi, o Treze perdeu todos os três jogos na Série C. O clube paraibano ainda foi derrotado em suas últimas três partidas pelo Estadual e já soma um jejum de seis duelos e quase três meses sem triunfar. A última vitória do Treze aconteceu diante do Nacional, por 1 a 0, no dia 18 de abril.

Começa a complicar!
Na lista dos clubes sem vitórias na Série C ainda temos Cuiabá e Fortaleza. O jejum da dupla é recente, mas já começa a incomodar. Vice-campeão matogrossense, o Cuiabá não vence desde a primeira partida da final, quando bateu o Luverdense, por 1 a 0, no dia 2 de maio. Luverdense, por sinal, que bateu o próprio Cuiabá, neste domingo, por 2 a 0, e fez o Dourado completar sua quarta partida sem vitória. São três jogos de jejum pela Série C e um pelo Campeonato Estadual.

Enquanto isso, o Fortaleza poderá acabar com sua "zica", nesta segunda-feira, às 20h30, quando enfrentará o Paysandu, em Belém, na estreia do técnico Vica. Até agora, o Tricolor conseguiu um empate e uma derrota na Série C. Mas já são quatro jogos sem triunfos. A última vitória aconteceu contra o Horizonte (1 a 0), no dia 28 de abril, pelo Campeonato Cearense.

Quais destes clubes terá mais dificuldade para vencer a primeira? Opine! Participe pelo blog rbrito ou através do www.twitter.com/rbrito1984

Confira o jejum dos clubes sem vitórias na Série C:

TUPI-MG

ÚLTIMA VITÓRIA
28/03
América 1 x 2 Tupi

CAMPEONATO MINEIRO
8/04
Democrata 2 x 1 Tupi

15/04
Tupi 0 x 0 Atlético

22/04
Tupi 1 x 1 Atlético

28/04
Atlético 1 x 0 Tupi

SÉRIE C
30/06
Tupi-MG 0 x 2 Duque de Caxias-RJ

7/07
Macaé-RJ 4 x 2 Tupi-MG

14/07
Madureira-RJ 1 x 0 Tupi-MG

TREZE-PB

ÚLTIMA VITÓRIA
18/04
Treze 1 x 0 Nacional

CAMPEONATO PARAIBANO
25/05
Sousa 2 x 0 Treze

28/04
Treze 1 x 3 Sousa

22/04
Sousa 3 x 2 Treze

SÉRIE C
4/07 
Salgueiro-PE 2 x 0 Treze-PB

8/07
Icasa-CE 3 x 0 Treze-PB

14/07
Santa Cruz-PE 2 x 1 Treze-PB

CUIABÁ-MT

ÚLTIMA VITÓRIA
2/05
Cuiabá 1 x 0 Luverdense

CAMPEONATO MATOGROSSENSE
29/04 
Luverdense 1 x 0 Cuiabá

SÉRIE C
1/07
Cuiabá-MT 0 x 0 Icasa-CE

7/07
Águia-PA 2 x 1 Cuiabá-MT

15/07
Cuiabá-MT 0 x 2 Luverdense-MT

FORTALEZA-CE

ÚLTIMA VITÓRIA
28/04
Fortaleza 1 x 0 Horizonte

CAMPEONATO CEARENSE
6/05 
Fortaleza 0 x 0 Ceará

13/05
Ceará 1 x 1 Fortaleza

SÉRIE C
1/07
Fortaleza-CE 0 x 0 Águia-PA

8/07
Luverdense-MT 2 x 0 Fortaleza-CE